Territórios em conflito

Investigação, formação e ação para o reforço de capacitação e a construção de alternativas de vida

Material Educativo

Este livro propõe estudar o impacto dos fatores transnacionais em três territórios, nos quais a capacidade de determinação autónoma do seu futuro se vê ameaçada pela atuação de atores externos.

Cabo Delgado – Moçambique

Em Moçambique, e mais especificamente na província de Cabo Delgado, no norte do país, estão a ocorrer transformações económicas e sociais significativas que afetam de forma negativa as pessoas e o meio ambiente e ignoram as necessidades das comunidades locais.

Cajamarca – Colômbia

O território de Cajamarca, na província de Tolima está constituído por um mosaico de paisagens que expressam a presença de povos que se estabeleceram e atravessaram nos tempos e nas suas práticas de apropriação da natureza. Novas territorialidades surgiram aqui e ali e todas, sem exceção, foram o fruto de partos violentos de constituição da sociedade nacional colombiana.

Urdaibai – País Basco

Perante os problemas e desafios ambientais, sociais, culturais e de género que podem ser detetados na Reserva de Biosfera de Urdaibai e na comarca de Busturialdea (País Basco), observam-se também resistências e alternativas que emergem e se articulam no seio dos movimentos associativos.

Maputo – Moçambique

Maputo, a capital de Moçambique, tem uma população estimada de 1.200.000 pessoas. A própria problemática urbana é diferente e introduz novos elementos de análise no âmbito do projeto Territórios em Conflito. As contradições “capital-vida” patentes em Maputo são a expressão de outro dos âmbitos do capitalismo do século XXI.

Maputo
Caquetá

Caquetá – Colômbia

El Doncello, município situado no departamento de Caquetá na Amazónia, uma das mais importantes fábricas de água do planeta. É reconhecido como a principal produtor de borracha do país. Tem sido um lugar histórico de resistências sociais e pacíficas, de presença de grupos armados e, nos últimos anos, quiseram-se instalar aí empresas extrativistas como a petrolífera colombiana – Ecopetrol.

Curso online Territorios en Conflicto

Últimas notícias